Setor de Ciências Biológicas

Estudo avaliará o uso da eletromassagem no tratamento de bruxismo; saiba como participar

A eletroterapia e a massoterapia são possibilidades terapêuticas já empregadas no tratamento de diversas doenças e, quando associadas, recebem o nome de eletromassagem.

As técnicas serão aplicadas em um estudo clínico conduzido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), no tratamento do bruxismo em pacientes adultos.

A equipe coordenada pela professora Raciele Ivandra Guarda Korelo, do Departamento de Prevenção e Reabilitação em Fisioterapia (DPRF), seleciona 60 adultos, com mais de 18 anos, que apresentem queixa ou diagnóstico de bruxismo. Todo o processo de avaliação e intervenção é gratuito.

A aplicação da eletromassagem pode ser feita com eletrodos em formato de luvas condutivas, que transmitem a corrente elétrica para a pele

A aplicação da eletromassagem pode ser feita com eletrodos em formato de luvas condutivas, que transmitem a corrente elétrica para a pele

Os participantes que suspeitem ou que não tiverem o diagnóstico clínico de bruxismo, passarão inicialmente por uma avaliação odontológica para confirmação e/ou diagnóstico. Em seguida, serão conduzidos para a avaliação fisioterapêutica com algometria (para medição do limiar de dor à pressão),  paquimetria (para verificar a abertura mandibular) e aplicação de questionários sobre aspectos relacionados a dor, comportamento oral, funcionalidade mandibular, depressão, ansiedade e qualidade de sono.

O algômetro mede o limiar de dor e pressão dos voluntários

O algômetro mede o limiar de dor e pressão dos voluntários

Depois disso, serão divididos em dois grupos: Grupo Eletromassagem (GE) e Grupo Controle (GC), os quais passarão por etapas de avaliação ao longo das semanas.

Além das avaliações, o GE também receberá uma série de oito intervenções terapêuticas. Ao final do projeto, caso o participante tenha feito parte do GC e completado todas as suas avaliações, também poderá receber a eletromassagem.

A pesquisa foi aprovada pelo comitê de ética do Setor de Ciências da Saúde. Os interessados em participar podem entrar em contato com a equipe pelo e-mail: bruxismo.fisioterapia@gmail.com ou pelo WhatsApp (41) 99199-1166.

Os estudantes iniciarão o recrutamento nos próximos dias

Os estudantes iniciarão o recrutamento nos próximos dias. Na foto, os instrumentos e aparelhos que serão usados nas intervenções. Fotos: Raciele I. G. Korelo

Participam do estudo os estudantes Ayla N. C. Espinoza; Felipe V. França; Gabriela Herman; Milene A. Ramos; Mylena O. Viana, com orientação de Raciele e coorientação da professora Priscila Brenner Hilgenberg Sydney, do Departamento de Odontologia Restauradora da UFPR.

De acordo com a coordenadora do estudo, a eletroterapia e a massoterapia contribuem melhora e otimização do processo inflamatório, redução da dor e edema, promoção da funcionalidade dos tecidos, restauração e relaxamento da região muscular e aumento da circulação sanguínea. Contudo, a associação dessas técnicas é pouco difundida e faltam estudos na literatura atual.

As atividades ocorrerão no Campus Botânico da UFPR (Av. Prefeito Lothário Meissner, 632 e R. Coração de Maria, 92).

 

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Biológicas
Avenida Coronel Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19031 - Fone: (41) 3361-1799
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Ciências Biológicas
Av. Cel. Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19031 - Fone: (41) 3361-1799
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2024 - Universidade Federal do Paraná - Setor de Ciências Biológicas

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR